Preço e prazo mais longo definem a venda na web

escrito por mercado, Wednesday, July 7th, 2010 9:30 pm  Sem comentários  Deixe seu comentário

Varejistas chegam a parcelar o pagamento em até 12 vezes

A facilidade de deslizar os dedos pelo mouse e fechar uma compra sem sair de casa já não é o principal atrativo para o consumidor on-line. O que faz esse comprador adquirir produtos na internet são os preços e condições de pagamento mais atraentes do que na loja física. A conclusão é de pesquisa da consultoria e-bit, divulgada com exclusividade pelo Valor.

Em geral, os varejistas que exploram os dois canais de vendas procuram oferecer na web descontos e prazos mais esticados de pagamento, que possam compensar o custo do frete. Na Saraiva.com, por exemplo, um jogo Playstation 3 pode ser encontrado a R$ 169, preço quase 60% menor que o da loja. Não por acaso, o canal online já representa 35% da venda da livraria Saraiva, dona de 84 lojas em 13 Estados e no Distrito Federal.

“A facilidade com que o consumidor faz pesquisas pela internet, utilizando inclusive comparadores como o Buscapé, leva o varejista a baixar seus preços”, diz Marcílio Pousada, presidente da livraria Saraiva. As condições de pagamento oferecidas pela rede são mais competitivas na web: livros podem ser adquiridos em até 12 vezes sem juros, com parcelas mínimas de R$ 25, enquanto que nas lojas físicas o número de prestações não passa de seis, sendo cada uma no valor de R$ 50, no mínimo. Enquanto o parcelamento no cartão de crédito é usado em 36% das compras na loja física, na loja virtual essa opção responde por 73% das transações.

Se for conveniente ao consumidor, é possível reunir o melhor dos dois mundos, diz Pousada. “Ele pode comprar online e retirar na loja física, que também está autorizada a fazer o mesmo preço da internet”. A Saraiva.com recebe entre 12 mil e 13 mil pedidos por dia. Mais de um terço (39%) das suas vendas estão fora do Estado de São Paulo, onde mantém o seu centro de distribuição (CD), o que demonstra que o consumidor…

Leia na íntegra em: E-bit News

Categorias:

Negócios

Relacionados:

Submarino.com.br

Deixe sua opinião:

Submarino.com.br

Explore o E-commerce Brasil