A importância na segmentação do e-mail marketing

escrito por Sara Silva, Thursday, September 5th, 2013 11:22 am  Sem comentários  Deixe seu comentário

Relevância = Resultado

O objetivo principal do email marketing é relevância e ação. Os assinantes, geralmente, querem receber emails que falem diretamente com eles e que sejam interessantes, por outro lado, os analistas de marketing querem resultado. O primeiro e mais importante passo para uma melhoria na relevância e no resultado é: targeting, ou definição do seu público-alvo.

Um caso recente de estudo da Marketing Sherpa sugere que o aumento na taxa de conversão de emails segmentados é de 208% maior que emails disparados para toda a base.
Mas isso não é tudo. Quase 40% dos “marketeiros” que segmentam suas listas de emails, tem maior taxa de abertura, e quase um quarto têm uma melhor entrega e um maior retorno sobre investimento por causa da segmentação. Um estudo englobando diversas áreas mostra que campanhas segmentadas possuem taxas de aberturas e cliques cerca de 14% maiores que campanhas não-segmentadas.
Mas… um estudo de 2012 da Return Path mostra que 55% dos executivos de marketings seniores não estão segmentando suas listas. Mais da metade de todas as campanhas de email marketing disparadas não são segmentadas, e tudo nos leva a crer que a outra metade poderia ser ainda melhor segmentada.
Os experts em marketing do mundo todo concordam: o erro número 1 do email marketing é: Mandar o mesmo email para todo mundo.

Exsite uma miríade de bebefícios relacionados ao targeting, personalização e segmentação:
- Emails mais relevantes e com público-alvo definido;
- Maior taxa de aberturas;
- Melhoria na entrega;
- Menos reclamações;
- Aumento do ROI ( retorno sobre o investimento );
- Aumento do ROR ( retorno sobre o relacionamento );
.. e por aí vai.

Como segmentar

1 – Por dados demográficos

Segementar por idade, gênero, etc. para alguns produtos ou faixas etárias (como adolescentes) pode parecer apropriado para segmentações no estilo homem ou mulher. Porém, não se precisa de casacos de pele no nordeste do país, então, prestando atenção na geografia e suas peculiaridades, pode ser bastante útil para definir melhor seu público-alvo. Mas que fique claro: nem sempre o posicionamento geográfico define as preferências do cliente, pense bem que tipos de produtos você deseja ofertar ao utilizar esse tipo de segmentação.

2 – Pelo histórico do usuário
Sua base de dados é muito rica em informações que você poderá utilizar em sua segmentação. Segmentar por data, optin, novos contatos, etc. Não mande para um novo cliente o mesmo email que você tem mandado para quem está em sua lista por 10 anos ou comprou dezenas de produtos. Também segmente por quantos emails você já enviou, ou usuário que abriram ou ainda por quanto tempo esse cliente está em sua lista. O que o seu cliente fez durante o tempo em que é assinante, pode trazer melhores resultados se você entender esses dados.

3 – VIPs e VICs
VIPs (Very Important Person) e VICs (Very Important Customer) merecem reconhecimento. Esses clientes não querem ser tratados como todos os outros, e nem devem ser tratados como tais. Então encontre esses clientes, separe-os e mande emails mais pessoais, reconhecendo sua importância. Envie ofertas especiais, aumentando assim, a possibilidade de conversão.

4 – Comportamento
Segmentar por tipo, caráter recente ou frequência da compra, ou outras ações. Segmentar usuários que nunca clicaram ou compraram, tem a mesma eficácia que segmentar por usuários que sempre clicam ou grandes compradores. O mais importante em todos os casos é entender como seus usuários estão se comportando a cada email recebido ou cada navegação em seu site, e usar essa informação comportamental a seu favor.

5 – Saiba o que você não saiba
Não se esqueça de criar emails específicos para clientes que você não tem informações suficientes, como quando eles assinaram ou se são homens ou mulheres.

Teste, teste e teste
Como você vai saber se está funcionando? Como você tenta uma nova idéia de segmentação? Testar e testar novamente.

Todos prontos? Segmentar!
A segmentação funciona, e está se tornando cada vez mais importante saber o que seus clientes esperam, e quão relevante seus emails estão sendo para eles.

Então, tente segmentar cada vez mais e de formas diferentes!

Categorias:

Marketing, Tecnologia, wb4b

Relacionados:

Submarino.com.br

Deixe sua opinião:

Submarino.com.br

Explore o E-commerce Brasil